Cuiabá MT, 19 de Outubro de 2020 - São
 

Cidade
  Mato Grosso
  Brasil
  Sociaedade
  Curiosidade
  Polícia
  Política
  Justiça
  Variedades
  Esporte
  Coluna
  Opinião
  Artigo

Newsletter
Nome:
<

Email:
<
<
<
<
<
<
<

Parcerias
<
<
<
<
<
<
<
<
<

Denúncias
<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

  Prefeito decreta jejum e preces contra Covid-19 e justifica: “Deus ouve oração”  
  18/05/2020 - 20:13  
 Após a prefeitura de Ladário, localizado no Pantanal de Mato Grosso do Sul, publicar na última sexta-feira (15) um decreto no Diário Oficial com medidas de “jejum” e “oração” para conter a Covid-19, o prefeito Iranil de Lima Soares, que assina o documento, se justificou.  
Imagem de Arqivo

Imagem de Arqivo

 

Oração e jejum foram recomendados pelo prefeito como ações para combater pandemia da Covid-19 em Ladário

 

Após a prefeitura de Ladário, localizado no Pantanal de Mato Grosso do Sul, publicar na última sexta-feira (15) um decreto no Diário Oficial com medidas de “jejum” e “oração” para conter a Covid-19, o prefeito Iranil de Lima Soares, que assina o documento, se justificou. 

Leia mais: Decreto de prefeito sugere “cerco espiritual” em combate à pandemia do Covid-19

“Nós resolvemos estimular a fé das pessoas para que elas possam ter esperança”. A intenção, segundo o líder do executivo local, também teve a ver com a tentativa de reduzir o pânico devido a pandemia do novo coronavírus . “Para que [as pessoas da cidade] possam se voltar um pouco para Deus e assim trazer essa esperança que esse momento irá passar e que logo tudo estará restabelecido”, disse em entrevista ao G1 Mato Grosso do Sul.

decreto jejum e oração contra covid-19
Reprodução / Diário Oficial

 

Decreto assinado pelo prefeito de Ladário, no Mato Grosso do Sul, estabelece “jejum” e “oração” contra pandemia da Covid-19

 

No documento, a justificativa para a sugestão de “oração” por 21 dias e “jejum” por um dia teve como base o argumento de que a cidade de “Ladário é uma cidade cristã” e que ” Deus ouve a oração de um povo quebrantado”.

O prefeito também alegou que a ação não é obrigatória, mas uma sugestão para a população. “Aqueles que sentirem o desejo, a vontade, deve ser voluntariamente, de suas casas. Não devem sair de suas casas. Não deve ter aglomeração”.

Leia: Material genético da Covid-19 é encontrado em esgotos, diz Fiocruz

Até o momento, a cidade tem 5 casos de infecção pelo novo coronavírus e Corumbá, cidade vizinha, tem 8. No Brasil, o número de casos por Covid-19 segue crescendo, com um total de 246 mil casos confirmados, dos quais 94.122 estão recuperados e 16.370 morreram, segundo os dados oficiais do Ministério da Saúde. 

 


Fonte: IG Nacional



Compartilhe essa notícia



Comentários ( 0 )

Notícia sem comentários.
Faça seu comentário agora.
 

Site Lucio Dia e Noiter já teve 1499791 Acessos
Sua empresa ainda não tem site? clique aqui
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<