Cuiabá MT, 20 de Outubro de 2017 - São
 

Cidade
  Mato Grosso
  Brasil
  Sociaedade
  Curiosidade
  Polícia
  Política
  Justiça
  Variedades
  Esporte
  Coluna
  Opinião
  Artigo

Newsletter
Nome:
<

Email:
<
<
<
<
<
<
<

Parcerias
<
<
<
<
<
<
<
<
<

Denúncias
<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

  Duas mulheres são presas após agredirem e ameaçarem PM durante a Parada da Diversidade LGBT,  
  24/09/2017 - 07:05  
 Suspeitas teriam se envolvido em uma briga na área VIP do evento, na Orla do Porto, em Cuiabá. Polícia usou arma de choque e spray de pimenta para sair do local. 
cenariomt
Suspeitas teriam se envolvido em uma briga na área VIP do evento, na Orla do Porto, em Cuiabá. Polícia usou arma de choque e spray de pimenta para sair do local.

Duas mulheres, de 22 e 29 anos, foram presas em flagrante pela Polícia Militar, durante a Parada da Diversidade LGBT em Cuiabá, na sexta-feira (22), após se envolverem em uma briga na área VIP do evento, que ocorria na Orla do Porto, e agredirem uma policial. Segundo a PM, com uma das suspeitas foi encontrada uma faca artesanal.

Segundo informações do boletim de ocorrência, a PM foi acionada para auxiliar seguranças particulares a retirarem a suspeita de 29 anos e outras pessoas de dentro da área VIP, pois eles estariam brigando dentro do local. Durante a abordagem, uma das policiais militares teria sido agredida pela suspeita com um soco na cabeça, razão pela qual recebeu ordem de prisão.

Conforme a PM, a suspeita passou a resistir à prisão e a xingar a policial, além de tentar agredir os demais membros da guarnição. Ao perceber que a amiga estaria sendo imobilizada, a outra suspeita, de 22 anos, teria atacado novamente a policial, chutando o braço dela.

Segundo os policiais que participaram das prisões, a guarnição foi cercada por pessoas que participavam do evento e usou spray de pimenta e arma de choque para dispersar a multidão, ao mesmo tempo em que detinha a segunda suspeita.

Após serem colocadas na viatura, as suspeitas teriam chutado, por diversas vezes, o veículo, ao mesmo tempo em que ameaçavam os policiais. Segundo a PM, o carro foi cercado por outras pessoas que participavam do evento, que ainda teriam lançado garrafas e pedras no carro.

Na Central de Flagrantes, as suspeitas foram autuadas por resistência à prisão, desacato e ameaça. A segunda suspeita ainda deverá responder por crime de lesão corporal. Essa última, conforme os policiais, chegou a morder a própria perna, situação que foi flagrada e filmada pelos policiais que efetuaram a prisão da suspeita.

 



Fonte: cenariomt



Compartilhe essa notícia



Comentários ( 0 )

Notícia sem comentários.
Faça seu comentário agora.
 

Site Lucio Dia e Noiter já teve 801614 Acessos
Sua empresa ainda não tem site? clique aqui
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<