Cuiabá MT, 21 de Setembro de 2017 - São
 

Cidade
  Mato Grosso
  Brasil
  Sociaedade
  Curiosidade
  Polícia
  Política
  Justiça
  Variedades
  Esporte
  Coluna
  Opinião
  Artigo

Newsletter
Nome:
<

Email:
<
<
<
<
<
<
<

Parcerias
<
<
<
<
<
<
<
<
<

Denúncias
<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

  Lista de Silval relaciona Deputados do norte em esquema de propina  
  01/09/2017 - 18:56  
 Os deputados da região norte tiveram uma participação importante nos eventos de pagamentos de propina relatados pelo ex-governador Silval Barbosa em sua delação premiada, nas seus familiares e de seu ex-chefe de gabinete, Sílvio Cezar Corrêa.  
Mato Grosso do Norte

 

Os deputados da região norte tiveram uma participação importante nos eventos de pagamentos de propina relatados pelo ex-governador Silval Barbosa em sua delação premiada, nas seus familiares e de seu ex-chefe de gabinete, Sílvio Cezar Corrêa. Ele delatou junto com o irmão, esposa e filho.
Alguns dos atuais como os ex-parlamentares estão na lista dos que receberam R$ 600 mil cada, supostamente indevidos, de pagamentos relacionados ao programa MT Integrado, diluídos em parcelas de R$ 50 mil mensais, pagos pelo ex-governador. O dinheiro era proveniente de propina paga pelas empresas que tinham contratos com o governo. Os parlamentares também são protagonistas em outros episódios de corrupção na vasta documentação da delação do ex- governador. 
O deputado Pedro Satélite, de 6 mandatos, que tem base eleitoral nas cidades de Guarantã do Norte, Peixoto de Azevedo, Terra Nova e Colíder, está na lista de Silvio e Silval. Além dos R$ 600 mil, tem o nome citado no recebimento de R$ 100 mil pagos pela empresa Apuí e foi indicado pelo então governador Silval Barbosa para receber uma doação de R$ 500 mil para sua campanha desta mesma empresa. Ele nega as acusações. 
O deputado Romoaldo Júnior (PMDB) que tem base eleitoral em Alta Floresta, figura em diversos fatos narrados pelo ex-governador Silval Barbosa e pelo ex-chefe de Gabinete, Sílvio Corrêa. 
Silval revela em sua delação que foi Romoaldo, acompanhados dos deputados José Riva, Dilmar Dal’Bosco, Gilmar Fabris, Baiano Filho, Wagner Ramos e Mauro Savi quem estiveram em seu gabinete para cobrar R$ 1 milhão para cada um a título de propina. Se recusasse, a Assembleia não aprovaria as contas do governo e dificultaria a aprovação dos projetos. Desta forma, dando origem ao principal esquema de corrupção de seu governo.
Seu nome consta na lista dos que receberam R$ 600 mil e também é acusado de receber pagamentos indevidos da empresa Canal Livre que fez a iluminação da Arena Pantanal, que segundo Silval, totalizou R$ 1 milhão. 

Ex-governador revela que deputados da região norte receberam propina para apoiar o governo em esquema de desvio de recursos

Romolado também é acusado de intermediar negociação para o recebimento de R$ 250 mil para os deputado Wagner Ramos, Zé Domingos e Silvano Amaral votarem as contas de governo de Silval Barbosa de 2014. Romoaldo Nega todas as acusações.
O atual líder do governo Dilmar Dal’Bosco, está na lista dos beneficiários que receberam R$ 600 mil de propina. O ex-governador também lhe acusa de receber R$ 200 mil em dinheiro, de um empresário do setor de revenda de combustível, em troca de apoio. O pagamento teria sido feito a pedido de Silval. 
O deputado Ondanir Bortolini, o Nininho, que também se diz representante de Alta Floresta, além de constar na lista dos R$ 600 mil, tem seu nome envolvidos em outros esquemas, como pagamento de R$ 7 milhões de propina ao então governador Silval Barbosa, para operar uma praça de pedágio. E é acusado de distribuir propina através de empreiteira de sua propriedade, ao Wellington Fagundes, atual senador e na época, deputado federal. 
O deputado Mauro Savi, de Sorriso, veterano da Assembleia, parceiro de Riva na mesa diretora da casa, figura com grande visibilidade nos fatos relatados nas delações de Silvio Correa, Silval Barbosa e de seus familiares.
Conforme o irmão de Silval, Toninho Barbosa, Savi operava um esquema de propina no Detran. E conforme Sílvio, ajudava Romoaldo Júnior na elaboração da lista dos deputados que recebiam propina do governo. E que algumas vezes, o pagamento era feito em seu gabinete na Assembleia Legislativa. Ele nega os fatos.
Baiano filho, de Sinop e José Domingos, de Sorriso, aparecem nos vídeos gravados por Sílvio Correa, pessoa indicada por Silval Barbosa para pagar a propina aos deputados. Zé Domingos é aquele que acomoda os maços de dinheiro dentro de uma caixa. Enquanto Baiano reclama sobre o pagamento de sua propina.
O deputado federal, Ezequeziel Fonseca (PP), figurinha carimbada na região de Peixoto e Matupá, também foi gravado recebendo propina, na companhia de outros deputados. 
Oscar Bezerra, de Juara, é marido da atual prefeito do município e ex-deputada estadual. É aquela mulher bonita, bem vestida e elegante, que aparece no vídeo gravado por Silvio Correa, guardando os machos de dinheiro na bolsa. É acusada de recebem 1 milhão do propinoduto do ex-governador. 
E Oscar, atual deputado, teria exigido R$ 15 milhões para isentar Silval das irregularidades das obras da copa. 
O deputado federal Carlos  que tem atuação política na região, é citado no recebimento de várias propinas pelo ex-governador Silval Barbosa. Teria recebido R$ 4 milhões para liberar o PMDB para apoiar Mauro Mendes na campanha a prefeito de Cuiabá em 2012, Teria recebido um R$ 1 milhão para intermediar a venda de um terreno e também é citado em outros episódios. 
Na lista de beneficiários da propina estão os deputados estaduais Wagner Ramos (PSD), Romoaldo Junior (PMDB), Ondanir Bortolini, o Nininho (PSD), Guilherme Maluf (PSDB), Zé Domingos Fraga (PSD), Pedro Satélite (PSD), Sebastião Rezende (PSC), Dilmar Dal Bosco (DEM), Baiano Filho (PSDB), Mauro Savi (PSB), Gilmar Fabris (PSD), os ex-deputados José Riva, Antônio Azambuja (PP), Alexandre César (PT), Ademir Brunetto (PT), João Malheiros (PR), Airton Português (PSD), Walter Rabello (falecido), Luiz Marinho (PTB), Jota Barreto (PR), Teté Bezerra (PMDB).

 



Fonte: Reportagem Mato Grosso do Norte



Compartilhe essa notícia



Comentários ( 0 )

Notícia sem comentários.
Faça seu comentário agora.
 

Site Lucio Dia e Noiter já teve 782472 Acessos
Sua empresa ainda não tem site? clique aqui
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<