Cuiabá MT, 18 de Agosto de 2017 - São
 

Cidade
  Mato Grosso
  Brasil
  Sociaedade
  Curiosidade
  Polícia
  Política
  Justiça
  Variedades
  Esporte
  Coluna
  Opinião
  Artigo

Newsletter
Nome:
<

Email:
<
<
<
<
<
<
<

Parcerias
<
<
<
<
<
<
<
<
<

Denúncias
<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

  Juíza ouve testemunhas nesta segunda  
  16/04/2017 - 15:23  
 Na próxima segunda-feira (17) a juíza Selma Rosane Santos Arruda começa a presidir as audiências de instrução e julgamento na ação penal desmembrada da Operação Castelo de Areia onde são processados o estelionatário Walter Dias Magalhães Júnior e sua esposa Shirlei Aparecida Matisuoka Arrabal. 
olha max

 Na próxima segunda-feira (17) a juíza Selma Rosane Santos Arruda começa a presidir as audiências de instrução e julgamento na ação penal desmembrada da Operação Castelo de Areia onde são processados o estelionatário Walter Dias Magalhães Júnior e sua esposa Shirlei Aparecida Matisuoka Arrabal. Eles são apontados como chefes de um esquema que consistia na aplicação de golpes milionários contra diversas vítimas em Mato Grosso e outras partes do Brasil. Conforme a Polícia Civil, um dos golpes aplicados envolve a quantia de R$ 50 milhões.

As audiências terão continuidade em 19 de abril e depois nos dias 8 e 12 de maio, sempre às 13h30. As primeiras oitivas serão das vítimas no esquema que serão ouvidas na condição de testemunhas de acusação. Depois, a magistrada também tomará os depoimentos das testemunhas de defesa. Por fim, Selma Rosane procederá com o interrogatório dos réus no dia 12 de maio.

Walter está preso desde o dia 26 de agosto porque apesar de ter conseguido um habeas corpus no Tribubnal de Justiça de Mato Grosso, não conseguiu levantar a fiança de R$ 6,1 milhões arbitrada pelos desembargadores. Ele até ofereceu uma fazenda em nome de outra pessoa a ser hipotecada como fiança, mas a juíza Selma Rosane rejeitou o imóvel porque descobriu tratar-se de uma “fazenda fantasma”, ou seja, um imóvel que simplesmente não existe no local indicado, no município de Jaciara (144 Km ao sul de Cuiabá).

Walter Magalhães se identifica como empresário, mas é tratado como estelionatário e considerado pela Polícia Civil como um dos maiores golpistas de Mato Grosso. Ele está preso no Centro de Ressocialização de Cuiabá (CRC), no Carumbé, desde o dia 26 de agosto quando foi alvo da Operação Castelo de Areia deflagrada dentro das investigações comandadas pela Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e o Núcleo de Inteligência da Delegacia Regional de Cuiabá, unidades da Polícia Civil.

É acusado de aplicar golpes em várias vítimas. O vereador cassado, João Emanuel Moreira Lima (PSD) também foi preso na mesma operação acusado de ser comparsa de Walter na aplicação dos golpes utilizando a empresa Soy Group para atrair investidores com falsas promessas de rendimentos a juros baixos. Já esposa de Walter, Shirlei Aparecida Matsuoka Arrabal, também presa na operação, conseguiu liberdade por decisão da própria juíza Selma Rosane Santos Arruda revogou a preventiva de Shirlei.

A ação penal contra João Emanuel, seu irmão Lázaro Moreira Lima e seu pai, o juiz aposentado compulsoriamente, Irênio Lima Fernandes, já teve a fase de instrução concluída e encontra-se na fase de digilências complementares. Em breve, receberá um sentença condenando ou absolvendo os réus.

Confira as datas e nomes das testemunhas

Dia 17/04/2017, às 13:30 horas – Serão inquiridas as vítimas

1.Teilor Seidler – Cuiabá/MT

2.Gilson Cesar do Nascimento – Cuiabá/MT

3.Edson Vieira dos Santos – Cuiabá/MT

4.Leo Flávio Costa – Cuiabá/MT

 

Dia 19/04/2017, às 13:30 horas – Serão inquiridas a vítima e testemunhas 

1.Alexandre da Silva Galindo – Cuiabá/MT

2.Assan Fouad Salim – Cuiabá/MT

3.Diogo Santana Souza – Cuiabá/MT

 

Dia 8/05/2017, às 13:30 horas - Serão ouvidas as testemunhas de defesa 

1.Allan Carlos Wanderlan de Oliveira – Cuiabá/MT (Walter);

2.Gesiel Leito Rocha – Cuiabá/MT (comum entre as defesas de Shirlei e Walter);

3.Valdecir Magalhães – Cuiabá/MT (comum entre as defesas de Shirlei e Walter);

4. Ailton Pereira Rocha – Cuiabá/MT (comum entre as defesas de Shirlei e Walter).

 

Dia 12/05/2017, às 13:30 horas - Serão realizados os interrogatórios dos acusados

Shirlei Aparecida Matsuoka Arrabal e Walter Dias Magalhães Júnior.



Fonte: folha max



Compartilhe essa notícia



Comentários ( 0 )

Notícia sem comentários.
Faça seu comentário agora.
 

Site Lucio Dia e Noiter já teve 749219 Acessos
Sua empresa ainda não tem site? clique aqui
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<