Cuiabá MT, 20 de Abril de 2018 - São
 

Cidade
  Mato Grosso
  Brasil
  Sociaedade
  Curiosidade
  Polícia
  Política
  Justiça
  Variedades
  Esporte
  Coluna
  Opinião
  Artigo

Newsletter
Nome:
<

Email:
<
<
<
<
<
<
<

Parcerias
<
<
<
<
<
<
<
<
<

Denúncias
<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

  OLHEM ABAIXO A CARA DA GALERA DO PT QUE COMANDAM O BRASIL. É A FAMILIOCRACIA NO PODER! DESSA MANEIRA O PAÍS NÃO TEM JEITO. TEM?  
  05/04/2013 - 17:17  
 Onde enfiaram a lei que proíbe a contratação de parentes próximos ou distantes para trabalharem numa mesma instituição pública? 

 

Onde enfiaram a lei que proíbe a contratação de parentes próximos ou distantes para trabalharem numa mesma instituição pública?

        Até nos tribunais da justiça é sabido que muitos desembargadores foram forçados pela letra da lei a despedirem membro das suas famílias que viviam garbosamente dependurados nos cabides dos seus gabinetes de trabalho. Ou isso é mentira? Nos fóruns de todas as comarcas espalhadas pelo Brasil inteiro a situação era igual, e lá estavam esposas, filhos, irmãos e outros parentes mais distantes de juízes, bem como de promotores de justiça.

       É bom que se diga que todos os angelicais e poderosos senhores togados tiveram que despedir seus protegidos dos cargos que ocupavam para em seus confortáveis gabinetes colocar pessoas concursadas. Indistintamente aqueles que mamavam nas tetas da vaca deitada, foram procurar aconchego em outras paróquias, e ganhar dinheiro em outras freguesias.

       O povão, por sua vez, que trabalha duro para sobreviver a mingua, e pagava a conta da farra oficial da burguesia sem chiar, por certo suspira aliviado por se ver livre do pesadelo de tirar dinheiro do orçamento doméstico para sustentar o universo de desocupados parentes daqueles ungidos do poder de cercear liberdade e vice-versa.  

       Agora pergunto eu, se no âmbito da justiça brasileira a coisa mudou, por que na política ainda se verifica a patifaria que esta ali à mostra para indignação geral da sociedade? Todos nós estamos assistimos perplexos à ascensão da parentalha dos mais graduados dirigente da república nos cargos mais significativos do governo federal.      Eles, os ministros da república não estão nem ai para a lei que proíbe a prática do nepotismo; eles presumo eu, e presumir eu posso, devem se imaginar acima da lei e a salvo da justiça, pois se não fosse assim, por suposto não montariam na cara de pau a “familiocracia”, “compadrogracia”,  apadrinhamento, e para definir os termos acima, basta que utilizemos a linguagem popular que todo mundo entende. É melhor e mais oportuno sintetizar esse palavreado vulgar e escroto assim: “malandragem, sacanagem, trambicagem, nhapagem, patifaria, cachorrada, ladroagem”.

       O chamado Partido dos Trabalhadores se transformou, após assumir o poder, num verdadeiro covil, onde se alojaram uma matilha de ferozes lobos ou seriam hienas, ao redor da carniça, representada pelo povo ignorante, que em massa foi às urnas votar no Lula. Os brasileiros imaginavam que ele, por se tratar de um operário bóia fria, se eleito seria um homem justo, que colocaria o Brasil no rumo certo, e o povo iria ser tratado com respeito, já que o presidente seria igual. O povo levado em massa por uma propaganda enganosa elegeu o homem duas vezes para presidir o Brasil.

       Assessorado por um grupo de indivíduos, espertos, mais espertos que honestos, se aproveitaram dos benefícios imaginados na administração anterior. Assim foram ganhando prestígio, e navegando nas assas da popularidade adquirida, empurrados para frente pelos elogios recebidos da imprensa adestrada sob o poder milionário das verbas públicas liberadas para tal fim; seus dois mandatos de presidente da república chegaram ao fim  com estrondoso sucesso.

       Lula foi transformado ao longo do tempo numa figura quase messiânica, seus ministros das comunicações, devem ter se debruçado sob a biografia do Goebbels, o homem que como ministro da propaganda nazista, conseguiu transformar Hitler numa figura messiânica, e assim vendia sua imagem como se fosse um semideus.

       Lula não chegou a tanto, quem sabe esse privilégio possa vir a ser da sua sucessora, a atual presidenta.

         Só mais uma cozita: essa farra dessas sextas básicas distribuídas pelo governo para matar a fome da pobreza, é na verdade a forma prática a que o PT encontrou para se perpetuar no poder a peso de farinha, feijão açucara sabão e pó de café, quando o povão não tiver mais isso de graça pra enganar o estomago, e o que é pior; sem qualificação para trabalhar e ganhar seu próprio sustento, ai vai ser a hora de partir pro pau e tomar dos bacanas na base da bordoada tudo aquilo que lhes fora negado.

       O que o povo precisa é de educação, saúde, moradia, postos de trabalho e segurança, essas são as necessidades básicas para que todos possam exercer a tão propalada cidadania. O que o governo do PT tem feito sistematicamente, é alimentar a consciência coletiva da população com esmolas.

       Esse procedimento é uma bomba de efeito retardado, pois quando essa gente que vem sendo iludida a troco de rapadura e farinha, se emputecer, ai xomano o bicho vai pegar. Aguardem e verão.

        Olhem abaixo e vejam como o governo do PT pratica seu nepotismo sem qualquer cerimonia, Nem mesmo a dona Dilma respeita o que determina a lei.

       Agora imaginem se nem a Presidenta dar bola para a lei que proíbe tal pratica de apadrinhamento politico. Quem vai ligar para toda esta sacanagem? Eu ligo e tenho razão de sobra para meter a boca nessa caterva!  Pois não é?



Fonte: Ivaldo Lúcio



Compartilhe essa notícia



Comentários ( 0 )

Notícia sem comentários.
Faça seu comentário agora.
 

Site Lucio Dia e Noiter já teve 916094 Acessos
Sua empresa ainda não tem site? clique aqui
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<