Cuiabá MT, 05 de Dezembro de 2020 - São
 

Cidade
  Mato Grosso
  Brasil
  Sociaedade
  Curiosidade
  Polícia
  Política
  Justiça
  Variedades
  Esporte
  Coluna
  Opinião
  Artigo

Newsletter
Nome:
<

Email:
<
<
<
<
<
<
<

Parcerias
<
<
<
<
<
<
<
<
<

Denúncias
<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

  NEM TUDO QUE ROLA NA CAMPANHA DO PSB ESTÁ PERDIDO: GOMERALDO BARROS REPRESENTA O RESGATE DA CUIABANIA!  
  10/08/2012 - 15:14  
 Em que pese a campanha política com vistas a eleger prefeitos e vereadores no Brasil inteiro, aqui em Mato Grosso e mais especialmente na capital Cuiabá, o pleito mostra existir um bando enorme de candidatos arrivistas que pretende a qualquer custo adquirir um mandato.  

 

 

Em que pese a campanha política com vistas a eleger prefeitos e vereadores no Brasil inteiro, aqui em Mato Grosso e mais especialmente na capital Cuiabá, o pleito mostra existir um bando enorme de candidatos arrivistas que pretende a qualquer custo adquirir um mandato.
 Existem os candidatos que traçam suas metas de trabalho pensando no coletivo, mas também existem os candidatos que entraram na disputa com o objetivo de representar seus próprios interesses. Esse tipo de candidato não tem qualquer preocupação em se elegendo, de trabalhar em função das necessidades básicas dos que votaram nele.
Tal “modelo” de candidato individual não é político, mas sim negociante que entrou na disputa eleitoral para adquirir o poder, do qual necessita para instrumentalizar seus interesses comerciais, os quais nem sempre são focados na seriedade, num padrão ético e legal.
O tipo de candidato descrito acima é o que qualificamos como arrivista, o cara que surgiu do nada, que veio para Mato Grosso por saber das potencialidades dessa terra, e crente que em estando aqui tem todas as chances de se dar bem, ao contrário das expectativas que tinha no seu lugar de origem, e os exemplos são muitos e palpáveis.
O eleitor cuiabano precisa olhar com muita atenção, pesquisar bastante a história de vida do candidato no qual está imaginando confiar seu voto, devendo questionar: quem é o candidato, em que partido está filiado, quem é o candidato à prefeito e vice da agremiação em que está escrito tal individuo?
Se você votar mal, em um sujeito qualquer só por ter esse elemento se apresentado ao povo com um sorriso de orelha a orelha estampado em vistosos e coloridos cartazes, você pode estar cometendo um ato que nos próximos quatro anos vão lhe custar muito sacrifício, não apenas a você, mas a toda a sociedade.
Em um universo aproximadamente de vinte candidatos por cada vaga na câmara municipal de Cuiabá, na sua grande maioria candidatos estranhos à nossa história, muitos dos quais nunca moveram uma pena no sentido de ajudar o próximo, ainda assim, é possível descobrir no meio dessa tumultuada disputa, candidatos que merecem toda a atenção do eleitorado, uns por já trabalharem em função das carências do povo, outros por ser prata da casa, gente que nasceu, se criou e tem a vida inteira dedicada as causas da cidade e da sua população.
Em que pese estar escrito num partido onde o candidato majoritário não se pode dizer que seja lá essas coisas, pois se trata de uma espécie de empresário, que o que vale pra ele são apenas e tão somente os resultados, é nesse partido em que se encontra o candidato a vereador Gomeraldo de Barros, engenheiro agrônomo, cuiabano da gema, um homem preocupado com políticas públicas eficazes, que exija dos governantes compromissos com planejamento a curto, médio e longo prazo, medidas compensatórias para diminuir as covardes agressões ambientais, especialmente contra o Rio Cuiabá. Esse é o candidato!  Qual o outro postulante ao cargo de vereador que apresenta ao eleitorado cuiabano uma plataforma de trabalho com essas preocupações? Candidato a serviço do agronegócio existe muito, mas que defenda linhas de créditos para o pequeno produtor, não se tem notícia. Desses que estão ao lado das microempresas instaladas no distrito industrial, setor que oferece emprego e renda aos habitantes da baixada cuiabana, pergunta-se: onde estão tais candidatos?
Só por isso já vale a pena apostar na eleição de Gomeraldo de Barros (herdeiro político do saudoso Gilson de Barros), que a exemplo de Gomeraldo, também já foi vereador em Cuiabá.
Na câmara, Gomeraldo teve um desempenho muito acima da média dos seus pares na época. Na verdade, Gomeraldo não tem necessidade de alavancar votos para o candidato à prefeito da coligação a que pertence, ele tem que, necessariamente apenas mostrar seu currículo ao eleitorado cuiabano, que é, em síntese o juiz que vai julgar, (condenar ou absorver), os candidatos que merecem representar a sociedade nos próximos quatro anos. É isso!        


Fonte: Ivaldo Lúcio



Compartilhe essa notícia



Comentários ( 0 )

Notícia sem comentários.
Faça seu comentário agora.
 

Site Lucio Dia e Noiter já teve 1548486 Acessos
Sua empresa ainda não tem site? clique aqui
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<