Cuiabá MT, 21 de Julho de 2019 - São
 

Cidade
  Mato Grosso
  Brasil
  Sociaedade
  Curiosidade
  Polícia
  Política
  Justiça
  Variedades
  Esporte
  Coluna
  Opinião
  Artigo

Newsletter
Nome:
<

Email:
<
<
<
<
<
<
<

Parcerias
<
<
<
<
<
<
<
<
<

Denúncias
<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

<
<
<
<
<
<
<
<

  Estão assaltando a nossa dignidade!  
  28/06/2012 - 16:55  
 Infelizmente chegamos em determinado momento da vida que nos decepcionamos com as “otoridades” dos nosso país, pois eles estão rasgando a constituição federal e usando de papel higiênico nos banheiros públicos desse país.  
Por Leandro Nascimento 

Infelizmente chegamos em determinado momento da vida que nos decepcionamos com as “otoridades” dos nosso país, pois eles estão rasgando a constituição federal e usando de papel higiênico nos banheiros públicos desse país.

Lembro-me quando pela primeira vez pisei na área denominada como Suiá Missú, lá conheci pessoas que moram a mais de 20 anos sobre a terra que não roubaram, não saquearam e nem invadiram, mas sim compraram (tem uma escritura que dizem não ter validade) e adquiriram com dinheiro, moeda corrente deste país que chamamos de Brasil, que já levou calote e foi saqueado por estrangeiros.

São mais de 06 mil famílias de pessoas honestas que ajudam com a economia do Norte Araguaia e consequentemente do Brasil, trabalham e sustentam a sua prole com dignidade do suor que escorre no rosto, rosto este que muitas vezes está todo queimado do sol que pega no dia-a-dia da lida com a roça.

Do outro lado tem os índios, que não quero em momento algum tirar o benemérito deles de viver sobre a propriedade deles, mas que seja justa que seja cumprida a lei de fato, pois segundo a própria constituição área indígena deve ser área de floresta e hoje a região da Suiá Missu é uma área de fazenda onde tem pasto, tem roçado e não tem mais mata fechada para o índio sobreviver e cultivar as suas culturas tradicionais.

Outrossim é a forma arbitrária da igreja católica local comandada pelo Bispo Dom Pedro Casadáliga que em determinados assuntos mais parece um ditador daqueles que vimos em filmes antigos ou em outras nações, ele inclusive defende o derramamento de sangue de índios e brasileiros nascidos aqui, que são os ditos “brancos”, mas esquece-se ele que nas suas veias não escorrem sangue brasileiro e parece não se importar com a morte ou uma possível chacina e porque não dizer carnificina de Brancos e indígenas brasileiros.

Existe também a forma interesseira e escusa da Fundação Nacional do Índio (FUNAI) que parece ter um interesse mais que os próprios índios sobre a área da Suiá Missu, e não cede de forma alguma a troca da permuta oferecida pelo governo estadual. Os índios em sua maioria unidos com os Brancos querem o bem para o seu povo e estão unidos em protesto trancando a BR 158.

Agora o Brasil parece não ter coragem de ser uma nação independente e gigante como tal e assumir as suas posições, e de uma forma harmônica resolver a situação, ou a presidente da República não é mulher suficiente para solucionar os problemas do Brasil e deixar de ficar pagando “pau” para as outras nações, para as ONGs internacionais e pressões de fora, vamos continuar deixando outros povos assaltar a nossa dignidade e continuarmos como “ovelhinhas” enquanto levam o nosso bem mais precioso que o sangue do nosso povo?

Já roubaram o nosso ouro, nossa prata, diamante e até mesmo nossa moeda, mas o nosso povo não deve ser massacrado de forma vil e incompetente por pessoas que não sabem dar valor e nem conhece as nossas necessidades e realidades peculiares, o povo indígena da Suiá Missu precisa de respeito, os povo Branco precisa de dignidade, vamos nos unir e chegar à um consenso, pois ali não existe certo ou errado, não existe bandido e nem mocinho, existe pessoas com sangue brasileiro correndo nas veias e que querem apenas serem reconhecidos como BRASILEIROS.



Fonte: Leandro Nascimento



Compartilhe essa notícia



Comentários ( 0 )

Notícia sem comentários.
Faça seu comentário agora.
 

Site Lucio Dia e Noiter já teve 1233846 Acessos
Sua empresa ainda não tem site? clique aqui
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<
<